• Secretaria da Fazenda
  • A Liquidação do BADEP


    I – A Liquidação Extrajudicial
    Ocorreu em 05 de fevereiro de 1991, por ato do Banco Central do Brasil, a pedido do acionista majoritário, Estado do Paraná. Todo o processo esteve sob a administração do BACEN, entretanto, regido pela Lei nº 6.024/74, que é o diploma legal regente da intervenção e da liquidação (extrajudicial) das instituições financeiras, e, subsidiariamente, pelo Decreto-Lei 7.661/45 – antiga Lei de Falências. A liquidação extrajudicial terminou em agosto de 1994.

    Gestão pelo BACEN - Liquidação Extrajudicial (fev 1991 a ago/94)
    • Moacir Hércules de Souza (fev/91 a set/92)
    • Nelson dos Santos (set/92 a mai/93)
    • Valdir da Costa Frazão (mai/93 a ago/94)
    • * Valdir da Costa Frazão (abr/94 a ago/94)
    * Período de transição entre a liquidação extrajudicial e a liquidação ordinária.

    II – A Liquidação Ordinária
    Ocorreu em 1994, com a cessação do processo de liquidação extrajudicial, por ato do BACEN (Ato nº 75, de 08/8/94) e convolação para o regime de liquidação ordinária, nos termos do artigo 208 da Lei nº 6.404/76 (Lei das S.A.), o que significa dizer: o Banco Central deixou a administração do Banco, devolvendo a instituição ao seu acionista, o Estado do Paraná.

    Gestão pelo ESTADO DO PARANÁ – Liquidação Ordinária (a partir de abr/94)
    • Osvaldo Pereira Manço (abr/94 a abr/95)
    • Wilmar Machiaveli (abr/95 a jan/03)
    • Pedro Henrique Xavier (jan/03 a mar/09)
    • Ronnie Kohler (mar/09 a fev/11)
     
     
     
     
     
     
    Recomendar esta página via e-mail: